Impermanente movimento 4: Mari Ou Do Dia Em Que Morreu Um Rio

Música de Isabel Nogueira, de novembro de 2015, com voz, pedal de loop e processamento eletrônico.
Morreu um rio em Minas Gerais em novembro de 2015, no Brasil. Mari é a terra, a deusa mãe.  Chora como uma mãe chora quando perde um filho, chora a deusa-terra quando morre seu filho-rio. Um pedaço de vida que se vai para nunca mais voltar a ser como antes. Impermanente movimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *